A linfadenite caseosa é uma doença crônica causada pela bactéria Corynebacterium pseudotuberculosis caracterizada por abscessos em volta do pescoço e órgãos internos, e pode resultar na morte do animal. As lesões granulomatosas ulcerativas aparecem em três formas clínicas: cutânea (externa), mastitica e visceral (interna).

A doença causa prejuízos devido a diminuição da produtividade e desvalorização da pele.  Pode se manifestar em animais de qualquer idade, em especial, acima de 24 meses.

A bactéria que causa a doença causa secreção purulenta produzida continuamente, fazendo com que o abscesso possua grande diâmetro. Esses abscessos internos frequentemente aparecem em pulmões e fígado, provocando problemas respiratórios e hepáticos.

Na agroline você pode comprar produtos veterinários e receber em casa ou na sua propriedade. 

Transmissão:

– Feridas abertas na pele ou pelas mucosas na boca e nos pulmões. Alimentos contaminados, roupas e equipamentos.

Sintomas clínicos:

– Abscessos nos gânglios linfáticos, especialmente em torno da cabeça e pescoço sempre com grandes quantidades de pus, por conta da inflamação.

– Os abscessos internos causam perda de peso

– Novilhas e vacas afetadas desenvolvem aborto e mastite

Tratamento e Prevenção:

– Drenagem cirúrgica de abscessos com anti-sépticos e antibiótico preventivo (Penicilina / Ampicilina). O material coletado deve ser descartado para não contaminar o meio ambiente. A limpeza da ferida deve ser feita com solução de iodo a 10%.

– Os animais só devem retornar ao rebanho quando estiverem totalmente sadios

– Como método preventivo recomenda-se a inspeção periódica do rebanho isolando os animais com abscessos

– Faça a higienização das instalações com desinfetante

– A vacinação também pode ser uma medida de prevenção. Procure seu médico veterinário.