Os suplementos para gado são uma medida necessária para garantir a saúde e a produtividade do rebanho durante o ano todo.

A pastagem em si não é o suficiente para fornecer todas as proteínas, vitaminas e minerais que o gado precisa. Nos períodos de seca isso fica ainda mais evidente quando a pastagem tem menor intensidade de rebrote, número de folhas verdes diminui.

A suplementação do gado evita a perda de peso e mantém o rebanho saudável.

No post de hoje, vamos apresentar quais são os tipos, as características, além de uma lista com os 5 melhores suplementos para o rebanho. Também vamos tirar algumas dúvidas sobre o assunto! Boa leitura!

Tipos de suplementos para gado

Considerando a necessidade da suplementação na dieta do rebanho, é fundamental conseguir identificar os melhores produtos para a alimentação do gado.

Os tipos de suplemento mais importantes para a nutrição do gado são:

Suplementação mineral

A suplementação mineral para gado possui diversos elementos fundamentais para prevenir o rebanho contra as principais doenças que os atacam e fortalecer o organismo dos animais. É uma mistura de nutrientes como ferro, cobre, zinco, sódio, entre outros.

As maneiras mais comuns de encontrar a suplementação mineral são o sal mineral, o sal proteinado e o sal mineral proteico energético.

Suplementação proteica

Durante os períodos de seca, é muito comum ocorrer no rebanho a deficiência de proteína degradável e não degradável no rúmen. A suplementação proteica equilibra os níveis de proteína, ajudando na engorda e na produtividade do rebanho, seja ele de corte ou leite.

Como exemplo, podemos citar a ureia, farelo de algodão e farelo de soja.

Porque suplementar o rebanho

A cultura de bovinos no Brasil usa predominantemente os sistemas de pastejo, e por conta disso, depende do clima e de alterações ambientais. Por isso, suplementar o rebanho é complementar a dieta dos animais para suprir a deficiência de nutrientes no pastejo rotacionado ou não.

Uma boa estratégia de suplementação tem como intuito maximizar a produção de carne ou leite. Dessa forma, o rebanho recebe nutrientes que darão aos animais um aumento na população de microorganismos e facilitarão a digestibilidade das fibras. O que aumenta a quantidade de ingestão de matéria seca.

Veja agora, 5 suplementos para deixar o seu rebanho vigoroso e produtivo!

1. Anabolic: aminoácidos, vitaminas e minerais

O suplemento Anabolic para bovinos adultos é um estimulante das funções do organismo. Ele dá mais vitalidade por meio do equilíbrio fisiológico dos animais.

Atua na reconstituição de carências de aminoácidos, vitaminas A, D e E, o dos minerais presentes em situações de estresse.

Além disso, funciona como coadjuvante no tratamento de doenças neurológicas, hepáticas, parasitárias e infecciosas, sendo indicado como preventivo no trato de doenças de pele e sistema digestivo e auxiliar no desempenho produtivo e reprodutivo do rebanho.

anabolic

 

2. Fosfosal: Multimineral injetável

O Fosfosal é indicado para o tratamento de deficiência de fósforo, selênio, magnésio, cobre e potássio no organismo dos animais.

Ele é o único produto no mercado com dosagem de 34g de fósforo. Auxilia no ganho de peso, índice de prenhez, desmame, troca de pastagem, troca de propriedades e evita o surgimento de patologias como raquitismo, síndrome da infertilidade carencial, distrofia muscular entre outras.

fosfosal

 

3. Aminofort: promotor de crescimento

Indicado para revitalização e estímulo orgânico, suprindo as deficiências de aminoácidos. Auxilia no aumento da fertilidade em machos e fêmeas, regularização do cio, ganho na produção de leite e engorda.

Além disso, atua contra enfermidades e ajuda na recuperação de animais fracos e magros, é anti-estressante em situações de transporte, pós-parto, desmame e castrações.

aminofort

 

4. Artroplus premium: Glucosamina, cúrcuma e Yucca

Artroplus é um suplemento vitamínico e mineral eficiente para engorda e sustento da saúde dos animais. É ministrado via oral misturado na alimentação do rebanho diariamente em baixas dosagens.

artroplus

 

5. Ative A.D.E: Complexo vitamínico injetável

O suplemento Ative A.D.E, é recomendado para deficiências de vitaminas A, D3 e E no organismo dos animais.

Pode ser usado no tratamento profilático ou terapêutico: ganho de peso e aumento da fertilidade; prevenção e tratamento de doenças como raquitismo e osteomalácia.

A suplementação do rebanho é uma das etapas mais importantes da cultura bovina para obter bons resultados e maior rentabilidade.

ative a.d.e.

 

Como saber qual o melhor suplemento para o meu rebanho?

Para determinar exatamente qual a melhor suplementação para os seus animais, considere alguns fatores, como:

  • A finalidade da sua produção;
  • Quais nutrientes estão faltando no organismo dos animais;
  • O tipo de manejo realizado na propriedade;
  • A qualidade e quantidade de pasto disponível para o gado;
  • A fase do rebanho (cria, recria ou engorda).

Após analisar esses fatores, ficará mais fácil saber qual o melhor suplemento para o seu rebanho, garantindo o equilíbrio nutricional e a saúde dos animais.

Quais são as principais vitaminas para bovinos?

As vitaminas mais importantes para o organismo dos bovinos se manter saudável são:

  • Vitamina A: Fundamental para o crescimento, reprodução e visão dos animais;
  • Vitaminas do Complexo B: Ajudam na desintoxicação do fígado, na formação de células sanguíneas e proteínas, além de fortalecerem as células;
  • Vitamina C: Previne o envelhecimento e a degeneração das células;
  • Vitamina D: aumenta a capacidade de absorção do intestino, retém e distribui o cálcio para os ossos;
  • Vitamina E: A principal função é ser antioxidante. Auxilia na manutenção estrutural dos músculos cardíacos e sistemas vasculares, além de melhorar a imunidade;
  • Vitamina K: Responsável pela sintetização das proteínas no rúmen. Quando em deficiência no organismo dificulta a coagulação sanguínea.

Uma dieta balanceada, que atenda às necessidades vitamínicas, minerais e proteicas dos animais deve ser prioridade na cultura de grandes, pequenos e médios produtores, para evitar prejuízos. Por falar nisso, aproveite para entender a importância da suplementação em períodos de seca!

Avalie este post