A segunda etapa da vacina contra febre aftosa 2018 se inicia no dia 29 de outubro. A primeira etapa ocorreu no primeiro semestre deste ano e foram vacinados mais de 197 milhões de bovinos, uma cobertura de 98,33%.

A vacina contra a febre aftosa é a garantia para que o Estado e o país continuem livres da doença, que é altamente contagiosa.

Veja também: Tudo o que você precisa saber sobre a febre aftosa

No Mato Grosso do Sul a vacinação contra a febre aftosa é realizada em três regiões sanitárias. São elas Planalto, Fronteira e Pantanal. Dos 20.610.191 animais envolvidos na Campanha que teve início em 1º de maio, 99,42% da região do Planalto, 97,71% da região do Pantanal e 98,43% dos animais da Zona de Fronteira receberam a imunização e foram registrados no sistema da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).

Cuidados com a vacinação contra Aftosa

É importante que o produtor rural conheça o calendário no Estado. Além de vacinar, é preciso ficar atento a todas as regras para conservar as vacinas e tomar cuidados de higiene. A agulha deve estar sempre esterilizada e o local de aplicação mais indicado é a tábua do pescoço e nunca no cupim do animal.

vacina contra febre aftosa

Clique AQUI, veja o calendário de vacinação e fique atento às datas de sua região.

Registro da vacinação

No momento da compra, na emissão da nota, é gerado o comprovante CT-13 no sistema da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro). Após a vacinação, o produtor deve regulamentar o seu registro no site do Iagro. O prazo para a aquisição das vacinas é até 30 de novembro na região do planalto. Já na região do pantanal, a data limite é  15 de dezembro.

A vacina contra febre aftosa é obrigatória no Brasil. O produtor que não realizar o procedimento de imunização e o registro, receberá um auto de infração e multa. Outra penalidade é ter a ficha sanitária bloqueada na Iagro. Com isso, não poderá transportar ou comercializar o animal.

Faça um orçamento completo para a vacinação do rebanho contra aftosa e outras doenças. Basta ligar para (67) 3321-8988.

Foto de destaque: Iagro