A leishmaniose é uma das mais conhecidas patologias que afetam os cães. A doença chama atenção pela quantidade de casos registrados. Muitos donos não sabem as causas e os sintomas da doença, só diagnosticam quando já está em estado avançado e infelizmente muitos animais ainda são sacrificados.

O que é leishmaniose?

É uma doença infecciosa causada por um protozoário chamado Leishmania. A doença não passa de um animal para o outro. Ela é transmitida através da picada de um mosquito infectado, conhecido como birigui ou mosquito palha. Leishmaniose é uma doença considerada como zoonose, pois também pode infectar os humanos e por isso causa tanto espanto.

Sintomas

O primeiro sintoma da leishmaniose é a perda de pelo, principalmente na cabeça do animal, nas regiões em volta dos olhos, nariz e boca. Outros sinais clínicos da progressão da doença são a perda de peso e aparecimento de feridas em todo o corpo do cachorro, além de náuseas, febres e sangramentos. À medida que a doença avança, os animais infectados podem ficar anêmicos e com insuficiência renal.

Diagnóstico

Muitos animais são infectados e os donos nem percebem. Por isso é importante manter uma rotina de acompanhamento. Procure sempre um veterinário de confiança. O diagnóstico da doença só pode ser feito com exames de sangue e exames citológicos, que são feitos com amostras de tecidos como medula óssea.

Como prevenir

O tratamento da leishmaniose pode ser feito parcialmente, podendo diminuir os sinais clínicos e aumentando o tempo de vida do animal infectado, mas o protozoário continua sendo um parasita no organismo do cão. Por apresentar um risco aos humanos, o Ministério da Saúde recomenda a eutanásia. Por isso, o mais importante é prevenir a doença.

A prevenção da leishmaniose pode ser feita com coleiras antiparasitárias, que são eficazes em repelir pulgas, carrapatos e principalmente o mosquito que transmite a doença.

Coleira Scalibor

A coleira Scalibor possui um principio ativo, a  Deltametrina, que entra em ação assim que a coleira é colocada no cachorro. O produto se espalha pelos pelos e pela pela do cão, garantindo uma proteção em todo o corpo. Leia atentamente a bula da coleira.

leishmaniose

Tem no site da Agroline

Coleira Leevre

Outra opção é a coleira Leevre, que também atua com o ativo da Deltametrina no tratamento contra parasitas. Ela tem eficácia comprovada conta o mosquito da leishmaniose por um período de 26 semanas, com mortalidade média dos insetos em torno de 95% .

leismaniose-2

Venha ver no site!

Além do uso das coleiras, é importante manter o seu cão saudável, com as vacinas em dia e com boas condições de higiene.

Leia também: Conheça os benefícios da vacinação dos animais domésticos